Bolsonaro lidera pesquisa com folga para 2022 em MS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O instituto Ranking Comunicação e Pesquisa realizou em fevereiro um levantamento sobre as intenções de voto para a Presidência da República na próxima eleição de 2022. Segundo o levantamento Jair Bolsonaro (sem partido) domina as preferências do eleitorado de Mato Grosso do Sul.

Espontânea

O levantamento apurou nas respostas espontâneas que o presidente da República, postulante à reeleição, teria 17,59% dos votos, contra 3,41% de Lula (PT), 2,88% de João Dória Jr (PSDB), 2,12% de Luiz Henrique Mandetta (DEM), 1,79% de Sérgio Moro (sem partido) e 1,65% de Ciro Gomes (PDT).

Marina Silva (Rede), Guilherme Boulos (Psol) e Flávio Dino (PCdoB) tiveram entre 0,94% e 0,71%. Outros nomes citados somam 0,59%, enquanto 65,91% formam os grupos dos que votam em branco, anulam o voto, estão indecisos, não sabem responder ou não responderam. Nas respostas estimuladas, a preferência por Bolsonaro chega a 30,18%. Lula vem com 7,12%, à frente de Dória (5,06%), Mandetta (4,12%), Moro (3,00%), Ciro (2,88%), Huck (2,35%), Marina (1,29%), Boulos (1,00%), Dino (0,94%) e João Amoedo do Novo (0,71%). Os eleitores do voto em branco e nulos, os indecisos e os que não sabem ou não responderam somam 41,35%.

Estimulada

Na terceira simulação, com perguntas estimuladas e sem Lula entre os concorrentes, a opção dos eleitores por Bolsonaro chega a 31,06%, mais de seis vezes a pontuação obtida por D´poria Jr: 5,41%. Logo atrás estão Mandetta (4,29%), Moro (3,88%), Ciro (3,12%) e Fernando Haddad (PT), com 3,06%. Um pouco mais distantes: Huck (2,18%), Marina (1,35%), Boulos (1,06%), Dino (1,00%) e Amoedo (0,88%), sendo que 42,71% dos eleitores entrevistados pretendem votar em branco ou anular o voto ou não sabem ou não responderam à pergunta.

REJEIÇÃO

O Instituto Ranking perguntou em qual dos candidatos os eleitores não pretendem votar. A maioria das respostas deu ao ex-presidente Lula a liderança das rejeições, com 27,59%. O segundo lugar é do presidente Jair Bolsonaro: 18,53%. Ambos Lula e Bolsonaro estão bem à frente dos rejeitados com as menores pontuações: Ciro (7,18%), Dória (3,47%), Marina (3,29%), Dino (3,12%), Mandetta (2,41%), Moro (1,12%), Huck (1,06%), Amoedo (0,88%) e Boulos (0,82%). Votos brancos e nulos, não sabem e não responderam são 30,53%.

Pesquisa

 O levantamento da pesquisa foi realizado entre os dias 20 e 26 de fevereiro com 1.700 entrevistas por telefone em 20 municípios de Mato Grosso do Sul:  Campo Grande (44.10% das consultas), Dourados (11.6%), Três Lagoas (5.8) Corumbá (5,2%) Ponta Porã (4,7%) Naviraí (2.7%), Nova Andradina (2.6%), Aquidauana (2.5%), Sidrolândia (2.3%), Paranaíba (2.2%), Maracaju (2.0%), (Coxim (1.9%), Amambaí (1.9%), Rio Brilhante (1.9%), Caarapó (1.5%), Costa Rica (1.5%), São Gabriel do Oeste (1.5%), Miranda (1.4%), Ivinhema (1.4%) e Aparecida do Tabuado (1.3%).

O Instituto Ranking adotou nesse levantamento um intervalo de confiança de 95% e a margem máxima de erro em 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Instituto Ranking

Em 2018, a Ranking foi o único Instituto a acertar que haveria segundo turno em Mato Grosso do Sul e a cravar o resultado para Governador e Presidente da República. Na última eleição de 2020, o Instituto realizou pesquisas em 51 municípios onde obteve o maior número de acertos no Estado.

Fonte: Diário MS News

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande