Homem que odeia gays ejacula durante exame de próstata e atira em médico

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Ele atirou duas vezes no peito do profissional

O vendedor de carros, Milo Johanson, 59 anos, atirou contra um médico que fazia um exame de próstata nele, em Jacksonville, na Flórida. O paciente seria homofóbico e teria ejaculado durante o toque retal, o que o levou a tentar tirar a vida do médico. 

A namorada do suspeito conta que ele odeia gays e foi para a consulta, em 22 de agosto, armado. Ele está foragido desde o dia do crime, quando atirou duas vezes no peito do profissional de saúde. 

O médico Herald Smith Jr. disse realizar esse exame há 30 anos e que isso nada tem a ver com sexualidade. “A próstata é como um ponto G masculino e carrega sêmen, é muito sensível, então quando é tocada e massageada você tem orgasmo quase sem esforço. A próstata só é acessível por meio do ânus e isso não é muito confortável para muitos homens”, explicou o médico, que sobreviveu aos tiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande