Laudo inicial aponta ‘fogo proposital’ em loja do Atacadão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A polícia ainda aguarda o laudo de degravação das imagens, os peritos pediram 180 dias para finalizar as verificações

Os peritos que apuram as causas do incêndio ocorrido no mercado atacadista, localizado na avenida Duque de Caixas, em Campo Grande, apontaram em um laudo indícios de que o fogo foi proposital, segundo a polícia. O fato ocorreu no dia 13 de setembro deste ano.

O laudo pronto, foi entregue no 7° Distrito Policial. Com esse resultado, não quer dizer que foi um incêndio criminoso, intencional, deixou claro o delegado responsável Bruno Urban. Segundo a explicação dele, os levantamentos técnicos não identificaram a presença de indícios de curto circuito ou alguma combustão espontânea, por exemplo, e por isso sugerem que alguém, de forma culposa ou dolosa, provocou a chama.

Com isso, a análise para achar a origem fica mais complexa ainda. Pode ter acontecido de tudo até o fogo começar, na fileira quatro do atacadista, onde ficava a gôndola de álcool em gel.

A polícia ainda aguarda o laudo de degravação das imagens. Os peritos pediram mais 180 dias para finalizar a verificação de todos os arquivos de imagens.

Neste corredor, a polícia ressalta que existiam gôndolas com materiais inflamáveis, como álcool em gel, álcool líquido, além de outros produtos de limpeza.

Fonte: JD1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande