Prefeitura irá prorrogar funcionamento de barreiras sanitárias por mais 15 dias

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A Prefeitura de Campo Grande irá prorrogar por mais 15 dias as barreiras sanitárias instaladas nas saídas para São Paulo, Três Lagoas e Sidrolândia, com o objetivo de orientar motoristas e passageiros sobre as medidas de prevenção ao coronavírus (Covid-19), além de identificar e testar casos suspeitos. A previsão inicial era encerrar os trabalhos na próxima terça-feira (22), mas devido aos resultados positivos e necessidade de manter a vigilância dos principais acessos à cidade, houve consenso em estender até o dia 07 de julho.

Servidores estão sendo capacitados para atuarem nas barreiras. (Foto: Michel Faustino)

Nesta quarta-feira (17) cerca de 100 servidores de diversas secretarias começaram a ser capacitados pela equipe técnica da Vigilância Sanitária Municipal para atuarem em conjunto com os profissionais de saúde nas barreiras sanitárias a partir da próxima semana.

Os servidores receberam orientações  sobre a rotina e fluxo de trabalho, paramentação, método de abordagem, e uso correto do termômetro para identificação de pacientes sintomáticos.

Ao fim da capacitação, foram distribuídos aos servidores materiais de proteção permanente, como protetor facial (Face Shield) e máscara N95.

As barreiras sanitárias fixas estão em funcionamento desde o dia 08 de junho em pontos estratégicos das saídas para São Paulo, Sidrolândia e Três Lagoas, onde o fluxo de veículos vindo dos municípios do interior de Mato Grosso do Sul e de outros estados é mais intenso.  Até o dia 16 de junho, já foram 62.990 pessoas orientadas, 28.443 veículos abordados e 94 testes realizados, sendo nove positivos.  Todos apresentaram anticorpo IgG, o que significa que a pessoa teve contato com o vírus, mas é considerada curada, não havendo risco de transmissão.

De forma inédita, foram distribuídas gratuitamente durante as abordagens cerca de 15 mil máscaras, confeccionadas e doadas por voluntários do Programa Mundial de Ajuda Humanitária “Mãos Que Ajuda”. Cerca de 30 pessoas estiveram envolvidas auxiliando neste trabalho.

Como funciona ?

Ao passar pelo local, o motorista é abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que aferem a temperatura corporal por meio de um termômetro digital infravermelho, informam e orientam a população sobre a prevenção da Covid-19. 

Caso a temperatura corporal esteja superior a 37,8ºC, a pessoa é convidada a realizar o teste rápido. O resultado sai entre 15 a 20 minutos. É feito ainda o preenchimento de um formulário onde a pessoa relata a presença ou não de outros sintomas, como dor de cabeça, tosse e coriza e informa se teve contato com caso positivo ou esteve recentemente em outros estado ou município. 

A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo Governo do Estado. A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. 

Fonte: Assecom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande