PTB expulsa deputada por suposta gravação para Globo; parlamentar nega ato

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A deputada federal Luísa Canziani (PR) foi expulsa do PTB. A informação foi divulgada nas redes sociais pelo presidente nacional do partido, Roberto Jefferson. Um dos motivos da expulsão, segundo Jefferson, é uma acusação de que a parlamentar teria tentado gravar secretamente uma reunião ministerial para exibição em um programa da TV Globo.

“Gravar secretamente um Ministro de Estado é uma falta gravíssima. Essa turma que veio do jovairismo não tem limites. Reprovamos a conduta da deputada Luísa Canziani, que está expulsa do PTB”, escreveu Jefferson no Twitter. Em nota ao Uol, a parlamentar negou que tenha cometido o ato.Em outra publicação no Twitter, o presidente do PTB afirmou que Luísa “há muito tempo não segue as diretrizes do partido” e compartilhou um post da deputado publicado em abril.“A deputada Luísa Canziani há muito tempo não segue as diretrizes do partido. Nesse tuíte de abril, ela dizia que o PTB virou uma ‘seita’. Nós rompemos com a deputada desde então e não temos nenhuma responsabilidade pelos atos dela. O partido de Luísa Canziani é ela mesma”, disse o presidente do PTB.

Parlamentar nega acusação
Procurada pelo Uol, a deputada negou a acusação feita por Jefferson. “Não gravei e nem gravaria reunião alguma sem qualquer tipo de permissão! Quem me acompanha sabe que tenho uma trajetória de muito RESPEITO aos meus colegas. Sou do diálogo e as minhas coisas são feitas sempre às claras”, afirmou em nota.

+ Homem é condenado a 15 anos de prisão por matar, esquartejar e comer a mãe

Conforme a parlamentar, ela está sendo acompanhada pelo programa Profissão Repórter, da Globo, para a realização de uma matéria sobre a discussão do homeschooling. Luísa afirmou ainda que comunicou o fato ao secretário-executivo do MEC (Ministério da Educação).

“Por isso, o microfone tem ficado comigo ao longo dos dias. O Secretário Executivo do MEC foi avisado previamente (e ele testemunhou isso na reunião, explicando que eu não estava gravando, em minha defesa)”, disse.

“Não sei a quem interessa essa cortina de fumaça, mas peço que respeitem a minha história. Sou Deputada Federal, não menina de recados. E eu lamento profundamente ser acusada de maneira tão injusta. Mas sigo com a minha consciência absolutamente tranquila e trabalhando da melhor forma pela democracia brasileira”, afirmou. A deputada informou ainda que não foi comunicada pelo partido sobre a expulsão.Também em nota ao Uol, a rede Globo afirmou que “o homeschooling é um tema de interesse da sociedade. Portanto, é e deve ser tema abordado pelo jornalismo. E nenhuma discussão sobre o tema deve ser secreta.”

Fonte: https://jornaldoonibusms.com.br

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande