Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Secretário de Saúde de MS pede precaução após novo vírus ser encontrado na Bolívia

Publicado

em

Cientistas encontraram evidências na Bolívia de transmissão entre humanos do vírus raro Chapare, que é responsável por febres hemorrágicas, com sintomas que se parecem com a dengue e a ebola. A informação ainda é muito recente, mas o secretário estadual de saúde Geraldo Resende afirma que é preciso ter cuidado, devido à proximidade da Bolívia com Mato Grosso do Sul.https://acfba32d6284afcd207dd8a3a1929f41.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

“Se for na Bolívia mesmo, temos que ter precaução [com o vírus]’, disse o titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde). As informações ainda são muito recentes, já que a notícia sobre o novo vírus foi divulgado pela comunidade científica há menos de 24 horas, após estudos dos CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos).

A doença rara já havia matado quatro pessoas entre 2003 e 2019, porém, com a possibilidade de transmissão entre humanos, o risco de propagação aumenta. O vírus pode causar febres hemorrágicas, com sintomas parecidos com dengue e ebola, como febre, dor de cabeça, vômito, diarreia, dores nas articulações, erupções cutâneas e sangramentos nas gengivas – e pode levar à morte.https://acfba32d6284afcd207dd8a3a1929f41.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Acredita-se que o vírus seja proveniente de roedores e tenha sido transmitido a humanos por contato direto ou indireto com a saliva, urina e fezes de animais infectados. Com relação à transmissão entre humanos, a infecção pode acontecer por contato com os fluidos corporais do paciente ou durante procedimentos em ambientes de saúde. Pesquisas ainda devem ser feitas para entender como o vírus se espalha e causa doenças

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook