Sequestrada na terça-feira, Carla é deixada morta na esquina de casa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O corpo de Carla Santana Guimarães, de 25 anos, que foi sequestrada na noite de terça-feira (30), quando voltava do mercado foi encontrado em frente de uma conveniência, na esquina de sua casa de onde foi levada, nesta sexta-feira (3), no bairro Tiradentes.

No corpo havia sinais de violência. Os policiais chegaram até o corpo depois de uma denúncia anônima. A jovem foi reconhecida por um familiar. Carla estava desaparecida desde o dia 30 de junho, quando tinha saído para ir a um mercado na companhia de uma amiga. No dia do sequestro ela teria gritado por socorro.

Para trás ficaram a máscara que Carla usava, o celular e os chinelos da jovem. Ela teria gritado que estava sendo sequestrada antes de ser levada. A mãe da jovem estava assistindo televisão quando ouviu os gritos e ao sair, Carla já tinha sido levada. “Peço para quem pegou a minha filha devolver”, disse a mãe da jovem ao Jornal Midiamax, na última segunda-feira (29).’1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande