Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Turismo Cresce 130% E Emerge Contratação De Seguro-Viagem

Publicado

em

Diante da suspensão das restrições, do dólar ter entrado em queda ou dos números terem acompanhado a evolução das campanhas de imunização pelo Brasil, o setor de turismo está voltando a ficar aquecido. Analisando os comparativos mensais com relação aos anos anteriores, os números continuam em progressão e, hoje, ultrapassa os 130%.

Entretanto, como viajar continua exigindo cuidados, é preciso ter garantia de segurança. O seguro-viagem, item que ganhou importância durante a pandemia, tem sido cada vez mais utilizado e buscado.

Segundo a Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida), que representa as empresas do setor, o segmento de seguros-viagem foi o que mais cresceu entre todos os que comercializam planos de risco para pessoas, além de continuar sendo obrigatório em inúmeros países, como Chile, Uruguai na América do Sul e toda a região europeia ligada ao Tratado Schengen, além da Tailândia.

São muitas as referências que comprovam tamanho crescimento. Provavelmente a informação mais inesperada é que as chegadas de turistas internacionais em todo o mundo expandiram mais de 130% em janeiro de 2022 em relação a 2021, ou seja, mais que o dobro, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

CRESCIMENTO

Inclusive, o esperado é que o turismo continue sua recuperação progressivamente, segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), mas isso não significa que é preciso diminuir os cuidados na execução dos planos de viagem de muitas pessoas e famílias. Um sinal de que os viajantes estão mais atentos à segurança é que as contratações desse tipo de seguro chegaram a R$ 111 milhões nos dois primeiros meses deste ano, de acordo com dados da Susep, superando o patamar pré-pandemia.

Para manter a programação, viajantes já vacinados e conscientes sobre realizar uma viagem verdadeiramente prudente e segura, estão optando por uma proteção adicional: a contratação de planos de seguro-viagem que cobrem situações de covid-19.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook