Barreiras identificam primeiros casos de pessoas vindo de outros municípios com virus ativo do covid19

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

As barreiras sanitárias sanitárias implementadas pela Prefeitura de Campo Grande identificaram ontem (22) os dois primeiros casos de pessoas vindo do interior e de fora do Estado que testaram positivo para o coronavírus (Covid-19) em sua forma ativa. Uma adolescente de 14 anos que estava no município de Guararapes (SP) e um homem de 53 anos vindo de Nova Alvorada do Sul (MS). Ambos residem em Campo Grande.

Segundo informações da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (CVS) da Sacretaria Municipal de Saúde (Sesau) os dois  foram abordados dentro da rotina e submetidos ao teste, tendo, em ambos os casos, apresentado reagente IgM, o que significa que a pessoa está apresentando a fase inicial do Covid-19, com risco de transmissão. Tanto a adolescente quanto o homem estavam com sintomas  leves  e foram orientados a permanecerem em isolamento domiciliar.

Uma terceira pessoa, uma mulher de 53, também testou positivo durante a abordagem desta segunda-feira, porém apresentou resultado de anticorpo IgG, o que significa que a pessoa não apresenta mais a fase ativa do vírus, portando é considerada curada e incapaz de transmiti-lô.

Do total de dez pessoas que apresentaram sintomas e foram submetidas à testagem, sete deram negativo.

As barreiras sanitárias fixas estão em funcionamento desde o dia 08 de junho em pontos estratégicos das saídas para São Paulo, Sidrolândia e Três Lagoas, onde o fluxo de veículos vindo dos municípios do interior de Mato Grosso do Sul e de outros estados é mais intenso.

Até o dia 22 de junho 38.111 veículos foram parados e 76.924 pessoas orientadas, destas 254 apresentaram ou relataram sintomas recente, como febre, dor de cabeça, tosse e coriza. Ao todo foram realizados 141 testes, sendo 121 negativos e 20 positivos, dos quais 18 deram IgG e os dois mais recentes IgM.

Como funciona ?

Ao passar pelo local, o motorista é abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que aferem a temperatura corporal por meio de um termômetro digital infravermelho, informam e orientam a população sobre a prevenção da Covid-19.

Caso a temperatura corporal esteja superior a 37,8ºC, a pessoa é convidada a realizar o teste rápido. O resultado sai entre 15 a 20 minutos. É feito ainda o preenchimento de um formulário onde a pessoa relata a presença ou não de outros sintomas, como dor de cabeça, tosse e coriza e informa se teve contato com caso positivo ou esteve recentemente em outros estado ou município.

A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo Governo do Estado. A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande