Fronteira fechada entre Brasil e Bolívia em MS gera prejuízo de R$ 1 milhão ao dia, dizem transportadoras

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Nesta segunda-feira, houve a liberação de 2 horas apenas para veículos sem carga.

O sindicato das empresas transportadoras de Corumbá e Ladário, região do Pantanal de Mato Grosso do Sul, calcula um prejuízo de R$ 1 milhão por dia com o fechamento da fronteira entre Brasil e Bolívia, bloqueada desde a semana passada.

Na manhã desta segunda-feira (13), apenas caminhões sem carga foram autorizados a cruzar a fronteira por 2 horas, após esse tempo, a fronteira foi fechada completamente mais uma vez.

Montes de terra foram colocados no dia 9 de julho, no único acesso da região entre os dois países. Os manifestantes pedem ao governo boliviano mais investimentos da Saúde Pública, a rede de Saúde na Bolívia está em colapso por conta da pandemia do novo coronavírus. É o segundo protesto na região em menos de 2 meses.

Centenas de caminhões formam uma fila de cerca de 6 km na linha internacional. O caminhoneiros estão recebendo apoio da população, principalmente com alimentação.

De acordo com os organizadores, o ato não tem data para terminar e enquanto estiver ocorrendo o transporte de cargas ficará suspenso. De acordo com o Receita Federal, 250 caminhões passam pela fronteira todos os dias. A Bolívia fechou a fronteira com o Brasil em março, e desde então, somente o transporte de cargas estava sendo permitido.

Fonte: G1 MS

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande