Inteligência, investimento e integração das polícias consolidam MS como um dos estados mais seguros do País

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

 Inteligência, investimento e integração das polícias consolidam Mato Grosso do Sul como um dos estados mais seguros do país. Segundo dados da Segurança Pública, o primeiro semestre de 2020 registrou um saldo positivo, dos 12 tipos de crimes monitorados, o Estado vem registrando queda em nove itens analisados.

Conforme dados do Relatório do Núcleo de Estatística e Análise Criminal divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) nesta terça-feira (07.07), os índices positivos colocam o Estado entre os mais seguros do Brasil para cada 100 mil habitantes.

Roubo foi o que registrou maior queda entre os números analisados, 28,1% (a cada 100 mil habitantes) se comparado com 2019, de 3.881 ocorrências registradas no ano passado para 2.240 ocorrências neste ano, uma diferença de 1.441 casos a menos registrados.

No caso de roubo em via urbana, o recuo chegou a 27,2% (a cada 100 mil habitantes) – de 3.042 (2019) para 2.240 (2020) -, diferença de quase 1 mil casos a menos em comparação com o ano anterior.

“Inteligência, Investimento e Integração
fora armas no combate ao crime”, ressalta secretário

Os crimes contra o patrimônio ainda apresentam redução em outros três itens: 16,2% contra o comércio; de 25,2% de veículos e 27,4% a residência.

Furto também apresentou redução considerável e registrou queda de 18,2%, de 18.097 casos registrados em 2019 passou para 14.963 em 2020. Furto a residência, por exemplo, apresentou redução expressiva com queda de 25%, de 188 ocorrências (2019) para 138 ocorrências (2020).

Para o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, o trabalho no combate à criminalidade e à violência não se restringe ao trabalho de prevenção e repressão, mas também ao monitoramento constante dos resultados, às medidas de ressocialização e ao investimento de forma equilibrada entre as forças de segurança. “Os números são produto dos chamados três “is”: Inteligência, Investimento e Integração entre as forças de segurança, sistema penitenciário e outras secretarias”.

Crimes contra à vida

O Monitor da Violência – feito pelo G1, Núcleo de Estudos da Violência da USP e Fórum Brasileiro de Segurança Pública – revela que em março, último mês disponível da pesquisa, Mato Grosso do Sul obteve o 4º menor índice de crimes violentos (1,37 para cada 100 mil habitantes). A média nacional foi de 1,97 crimes violentos/100 mil habitantes.

Conforme o estudo, de Janeiro a Junho, Mato Grosso do Sul registrou média de 1,8% nos homicídios dolosos, se mantendo abaixo da média nacional, 1,97 crimes violentos (março/2020). Apesar dos diversos casos de feminicídios registrados no Estado, houve redução de 15% em comparação de 20 casos registrados no primeiro semestre de 2019 para 17 em 2020.

Outro ponto importante é quanto a redução de crimes violentos na faixa de fronteira 18,9%, de 139 casos em 2019 para 114 casos em 2020. Nos homicídios culposos no trânsito (quando não há intenção) a redução chegou 9,6% em comparação com o ano anterior.

MS registro avanço em apenas duas frentes : roubo seguido de morte, com 31,8% e furto de veículos com 5,2%.

Por: Rodson Lima, Sejusp
Fotos: Arquivo Subcom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande