‘Meio lockdown’: fiscalização fecha 14 estabelecimentos por descumprir restrições

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Em um dos casos, proprietário de garagem de veículos foi levado à delegacia por desacato

O primeiro fim de semana com ‘meio lockdown’ em Campo Grande teve 353 estabelecimentos vistoriados e 14 deles foram interditados pela fiscalização da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano).

Um dos casos, o proprietário de uma garagem de veículo no Bairro São Conrado foi flagrado com o estabelecimento aberto, mesmo o decreto da prefeitura proibir a abertura de serviços não essenciais. Além disso, a loja não possuía alvará de funcionamento.

Consta em boletim de ocorrência, que o comerciante jogou no chão a notificação emitida pelos fiscais. Ainda, o proprietário cortou o lacre colocado pela equipe da prefeitura.

Então, a GCM (Guarda Civil Municipal) foi acionada e encaminhou o homem, de 48 anos, à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) por desacato a autoridade.

Na manhã deste sábado, uma lanchonete que estava permitindo consumação no local também foi lacrada pelos fiscais. O decreto da prefeitura permite apenas serviço delivery ou que o cliente busque no local para consumir em casa.

Ainda durante as fiscalizações deste sábado, nove feiras livres foram vistoriadas, sendo que nenhuma irregularidade foi constatada nesses locais.

Restrições

O decreto inclui entre as atividades autorizadas a funcionar a comercialização de lanches e refeições em restaurantes, bares, buffets e similares na modalidade drive-thru. Desta forma, todo o processamento do pedido é feito com o cliente ainda no carro e o produto é levado para ser consumido em casa. Assim, a intenção é evitar aglomerações em atividades comerciais diversas e em locais que naturalmente reúnem diversas pessoas –como bares e similares.

Assim, a preocupação do município é evitar aglomerações, bem como preservar empregos no setor de alimentação e de infraestrutura.

Fonte: Midiamax

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande