Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Brasil

Morre filho de Ronaldo Caiado, aos 40 anos

Publicado

em

Morreu neste domingo (3) Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador de Goiás, Ronaldo Caiado. A informação foi confirmada em nota por sua assessoria.

Ronaldo Caiado Filho tinha 40 anos. A causa da morte não foi divulgada.

“É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Ronaldo Ramos Caiado Filho, filho do governador Ronaldo Caiado e de Thelma Gomes. Ele morreu neste domingo (03/07), aos 40 anos. A família enlutada pede a todos orações para enfrentar este momento de imensa dor.”

Adversários do governador se solidarizaram com o ocorrido. O presidente Jair Bolsonaro (PL) se manifestou pelo Twitter. “Minha solidariedade à família e ao Gov. Caiado pelo passamento de seu filho, Ronaldo Caiado Filho. Não há dor maior para um pai ou uma mãe do que perder um filho. Peço a Deus que, em sua infinita bondade, cuide da alma daquele que parte e conforte o coração de quem permanece”, escreveu o presidente.

O Palácio do Planalto emitiu uma nota de pesar. “O Governo Federal, por meio da Presidência da República, presta suas condolências ao Governador de Goiás e a toda a sua família pelo falecimento de seu ente querido, Ronaldo Caiado Filho.”

Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, postou no Twitter seu desejo de força aos familiares e amigos. “Meus sentimentos ao amigos, governador Ronaldo Caiado, do estado de Goiás, pela perda de seu filho, Ronaldo Caiado Filho. Desejo a ele, familiares e amigos muita força neste momento de tristeza.”

Assim como o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que também usou a rede social para prestar sua solidariedade ao governador de Goiás: “Recebi com profundo pesar a notícia do falecimento do filho do governador @ronaldocaiado. Que Deus conforte os familiares e amigos neste momento de dor e sofrimento. Sintam-se abraçados em nome da Câmara dos Deputados.”

O ex-presidente Lula também manifestou sua solidariedade a Caiado e sua esposa Thelma Gomes. “Perder um filho é uma dor que nenhuma família merece passar. Que Deus conforte a família nesse momento difícil”, escreveu em um post no Twitter.

A senadora Kátia Abreu publicou uma nota de pesar juntamente com o marido Moisés Gomes. “Sei que as palavras dizem pouco nesta hora de dor tão lancinante, mas sei que este pouco tem tanta verdade, tanto amor e tanta amizade que chegará ao seu coração”, diz trecho da nota.

O Major Vitor Hugo, pré-candidato do PL ao governo de Goiás, também lamentou o ocorrido.

“Meus mais sinceros e profundos sentimentos pela irreparável perda do governador Ronaldo Caiado e de sua família. Que Deus conforte seus corações”, escreveu major Vítor Hugo no Twitter.

Gustavo Mendanha, pré-candidato do Patriota, afirmou que a perda de um filho é a pior do mundo.

“Nenhuma dor no mundo se compara a uma perda como essa. Em sinal de respeito, suspendi minha agenda deste domingo e estou em oração, pedindo que Deus conforte o coração da família.”

Em nota, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, disse que a morte de Caiado Filho provoca um “imenso vazio”.

“A partida causa-nos um imenso vazio, embora saibamos que as memórias felizes haverão de se eternizar. São elas também que nos consolam nos momentos mais difíceis. A perda de um filho é uma profunda dor que somente o amor de Deus pode consolar.”

No começo da noite deste domingo, o governador publicou uma mensagem em seu perfil no Twitter sobre a morte do filho:

A Câmara de Goiânia decreta luto de três dias pela morte do filho do governador Ronaldo Caiado.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook