Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Prefeitura estuda reforço escolar presencial para rede privada

Publicado

em

Embora não tenham recebido aval para retomar as atividades presenciais, as escolas particulares de Campo Grande continuam em reunião com a Prefeitura Municipal. Nesta quinta-feira, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) informou que existe a possibilidade de retorno presencial apenas para reforço escolar.

Em transmissão ao vivo, o prefeito afirmou que a retomada de atividades presencial funcionaria com um número reduzido de estudantes, devido a pandemia do coronavírus. “Hoje nós nos reunimos novamente com a comissão e nos foi dado uma ideia de fazer reforço escolar, com até cinco alunos durante esse período”, afirmou.

Assim, o prefeito explicou que “a argumentação dos proprietários das escolas privadas é: se o Kumon, está liberado para quatro ou cinco alunos, por que as escolas privadas não poderiam adaptar as salas para quatro cinco alunos?”. Entretanto, Marquinhos destacou que para adotar a medida seria necessário tomar a decisão de qual caminho adotar.

Durante a live, ele esclareceu que a gestão já estava trabalhando no retorno das aulas. “A gente estava desenvolvendo um plano para que a gente dê condições para que os proprietários das escolas particulares”.

Ainda sobre a impossibilidade de retomada das atividades presenciais, o prefeito considerou que “isso é uma imposição do coronavírus, é um decisão coletiva”. Ele citou que os estudos acontecem em parceira com o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Câmara Municipal e um grupo de técnicos. Por fim ressaltou que o retorno “depende de um laudo e um parecer em conjunto”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook