Visando a sustentabilidade, complexo da Sanesul na Capital vai operar com energia solar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A Sanesul tem buscado alternativas para diminuir seus custos operacionais e apostou na utilização de energia renovável. A partir de agora, o Complexo Maria Cecília Barbosa, em Campo Grande, vai utilizar as placas fotovoltaicas para gerar sua própria energia. Elas já estão sendo instaladas.  

O uso de energia solar no setor de saneamento já é uma realidade no Brasil, seja na operação e no tratamento de esgoto, ou para o abastecimento de água. A fonte natural apresenta ótimos resultados, é econômica e ecologicamente correta.  

Em MS, a Sanesul está começando a utilizar este modelo. Um projeto piloto já havia sido testado em Sidrolândia, no Centro de Reservação de Água 03 (CR-3). 

No Complexo Maria Cecília Barbosa o projeto é mais robusto. São 159 placas instaladas, totalizando 58,035 kWp (quilowatt-pico), capaz de atender o consumo local.  

“Este projeto faz parte do esforço realizado pela DCO –Diretoria Comercial e de Operações, em busca da máxima eficiência energética para a Sanesul. A equipe de gestão de energia, em parceria com o Senai, desenvolveu todo o projeto, que servirá de modelo em outras unidades da Sanesul”, comentou Aldo Alvarenga do Amaral, engenheiro eletricista que faz parte da equipe.

Segundo Aldo, a produção de energia deverá ultrapassar 82.000 kWh (quilowatt-hora) por ano, o que equivale a uma economia na ordem de R$ 70 mil reais ao ano.

“Ela deverá produzir 95% da energia utilizada pelo almoxarifado central e o prédio da Gerência Comercial”, comenta.

Empresas de saneamento demandam de muita eletricidade para operar. O Diretor Comercial e de Operações da Sanesul, Onofre Assis de Souza, responsável pelo engajamento desses projetos, explica que a estatal busca aprimorar a sua eficiência energética em todo o processo, do atendimento ao tratamento, reduzindo custos operacionais e preservando o Meio Ambiente.

“São ações estratégicas que estamos colocando em prática. Primeiro analisamos, colhemos dados, fizemos os estudos necessários e agora vamos aplicar de fato. É o primeiro grande projeto de uso da energia solar da empresa, com a intenção de estender para outras unidades no futuro”, destacou o diretor.

“Importante que a empresa invista em sustentabilidade. Considerando que a energia solar é uma importante fonte energética, o desenvolvimento tecnológico tornará cada vez mais eficiente os painéis solares. A equipe está empolgada em participar desse processo e evolução”, comentou Ubirajara Marcheti dos Santos, gerente e responsável pelo projeto.

Assessoria de Comunicação da Sanesul

Foto: Divulgação

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande