Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Eleições 2020

Marquinhos dispara entre evangélicos; veja a força de Harfouche, Kemp e Vinicius

Publicado

em

Marquinhos Trad (PSD) disparou na preferência dos eleitores evangélicos, idosos, de nível fundamental e mais pobres, de acordo com pesquisa feite entre os dias 28 e 30 de outubro deste ano pelo Ibope, divulgada pela TV Morena. Em segundo, Promotor Sérgio Harfouche (Avante) chega tem os maiores índices na faixa etária de 45 e 54 anos, nível superior e evangélicos.

Na disputa pela vaga no eventual segundo turno, Pedro Kemp (PT) tem a maior preferência das mulheres, dos jovens, dos mais ricos e de outras religiões. Já Vinicius Siqueira (PSL) disparou entre os homens, jovens, com nível fundamental e mais pobres.

O levantamento do Ibope mostra que Marquinhos cresceu 12 pontos percentuais entre os homens, de 34% para 46%, enquanto permaneceu estável entre as mulheres (46%). Por faixa etária, o prefeito passou de 27% para 39% entre os eleitores de 16 a 24 anos. Entre os mais velhos, com mais de 55 anos, ele cresceu 10 pontos percentuais, de 49% para 59%.

Por nível de escolaridade, Marquinhos ampliou a vantagem entre os eleitores com nível fundamental, de 51% para 56% e de nível médio, de 35% para 42%. Ele oscilou dentro da margem de erro entre os universitários, de 37% para 40%.

Considerando-se a religião, o prefeito cresceu oito pontos percentuais entre os evangélicos, de 47% para 55%, e de 41%para 46% entre os católicos. Nos integrantes de outras religiões, ficou estável em 33%.

Por renda, o prefeito ampliou a vantagem entre os eleitores com renda de um a dois salários mínimos, de 47% para 54%, e de 37% para 44% entre aqueles com renda de dois a cinco salários. Na faixa dos mais ricos, ele segue com 37%.

Harfouche, ao lado do vice, André Salineiro, faz campanha na Capital (Foto: Divulgação)

Harfouche ficou estável entre os homens, com 10%, mas cresceu entre as mulheres, de 9% para 12%. O procurador obtém o maior percentual, de 18%, entre os campo-grandenses com idade entre 45 e 54 anos. Entre os jovens, ele passou de 8% para 13%.

O candidato do Avante cresceu entre os eleitores com nível fundamental (de 6% para 8%) e de nível médio (10% para 11%). No entanto, oscilou negativamente, de 16% para 15% entre os universitários. Por religião, Harfouche continuou estável entre os católicos (10%) e evangélicos (16%).

O promotor oscilou negativamente entre os mais ricos (com renda acima de cinco salários mínimos), de 16% para 11%, mas cresceu no grupo com menos de um salário,  de 5% para 8%. O maior índice está no grupo de dois a cinco salários, com 15%.

Kemp tem o dobro das intenções de votos entre as mulheres e fica isolado em segundo entre os jovens (Foto: Divulgação)

Kemp oscilou positivamente entre as mulheres, de 8% para 10%, e tem o dobro da intenção entre os homens (5%). O petista fica em segundo lugar entre os eleitores jovens, de 16 a 24 anos, onde passou de 13% para 16%, enquanto patina na faixa etária de 25 a 34%, com 5%.

O deputado ampliou o percentual entre os eleitores com nível médio, de 7% para 10%, e de 8% para 9% entre aqueles com nível superior. Já entre os com ensino fundamental, ele passou de 4% para 3%.

O petista ficou estável entre os evangélicos (6%), mas cresceu etnre os católicos, de 5% para 7%. Kemp fica em segundo entre os eleitores de outras religiões, onde passou de 9% para 11%. Ele também obteve a mesma colocação entre os campo-grandenses com renda acima de cinco salários mínimos, passando de 11% para 12%. Os programas sociais da era do PT não ficaram na lembrança dos mais pobres, onde ele segue estagnado em 3%.

Vinicius Siqueira fica em segundo isolado entre os mais pobres, com 13% (Foto: Divulgação)

Despontando como concorrente a vaga em eventual segundo turno, Vinicius Siqueira dobrou entre os homens, de 5% para 9%, e também conquistou mais eleitoras, de 1% para 4%. Ele passou de traço para 12% entre os eleitores jovens. O menor índice do vereador está entre os mais velhos, com mais de 55 anos, onde segue com 1%. Na faixa etária de 35 a 44%, ele fica com 10%.

Considerando-se o nível de escolaridade, Siqueira dobrou entre os eleitores com nível fundamental, de 4% para 8%, mesmo percentual entre os de nível médio. Entre os universitários, oscilou de 3% para 5%.

Vinícius dobrou entre os católicos, de 4% para 8%, enquanto se manteve estável entre os de outras religiões (8%) e passou de 1% para 4% entre os evangélicos. Por faixa de renda, o vereador disparou entre os mais pobres, com menos de um salário, de 0% para 13%, ficando em segundo lugar isolado, batendo Kemp (3%) e Harfouche (4%). Entre os ricos, ele permaneceu com 5%.

Vinicius Siqueira se destacou como o principal candidato de oposição nas eleições deste ano. Entre os eleitores que consideram a administração de Marquinhos ruim ou péssima, ele fica com 27%, contra 16% de Harfouche e 10% de Kemp.

Entre os eleitores que consideram sua administração ótima ou boa, Marquinhos Trad obtém 71%, de acordo com o Ibope.

Período de campo: A pesquisa foi realizada nos dias 28 a 30 de outubro de 2020.

Tamanho da amostra: Foram entrevistados 602 votantes.

Margem de Erro: A margem de erro máxima estimada é de 4 (quatro) pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Nível de confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Solicitantes: Pesquisa contratada por TELEVISAO PONTA PORA LTDA/ TV MORENA. Registro Eleitoral: Registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo Nº MS‐09748/2020.

Fonte: Ojacaré

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook