6G irá revolucionar a internet e permitirá inteligência artificial e sensação de toque

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

A rede 6G irá revolucionar a internet, contando com diversas novidades, como inteligência artificial, sensação de toque e diversas outras.

Nos siga também no Instagram, @engenhariahoje

No Brasil, pesquisas já estão sendo realizadas para ajudar na definição do 6G, como suas funcionalidades e casos de uso que serão importantes para o país para o 6G, que poderá sair do papel no início de 2030.

Os responsáveis pela pesquisa são especialistas do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), em Santa Rita do Sapucaí (MG) junto à Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP)..

Segundo o professor e coordenador de pesquisa do Centro de Referência em Radiocomunicações do Inatel, Luciano Leonel Mendes, o 6G não trará apenas a comunicação, como também o uso de imagem, de sensoriamento, do processamento inteligente e a questão do posicionamento e mapeamento para dentro do contexto de comunicação móvel.

“Ela vai ser uma rede que vai integrar de forma transparente os mundos digitais, o físico e o biológico em um ecossistema que a gente vai poder interagir com os dispositivos reais e virtuais de forma muito mais transparente do que aquilo que a gente faz hoje”

Luciano Leonel Mendes

O Brasil é um dos primeiros países a ingressar nessa linha e o objetivo das pesquisas atuais é não deixar nenhum tipo de lacuna, para que atenda a todas as demandas.

6G irá revolucionar a internet com uma integração completa com a rede

De acordo com o professor, a integração completa com a rede permitirá diversas funcionalidades, como:

“Por exemplo, imagine um sistema de segurança de um aeroporto, onde você possa simplesmente entrar e automaticamente os sensores disponíveis no ambiente verificam se você possui alguma arma química, se você tem algum explosivo, se você tem alguma ameaça, scanners já conseguem identificar se você está carregando uma faca, uma arma, o sistema de identificação já verifica qual a sua identidade e permite o acesso ao ambiente”

Entre outras funções, está:

• comandar máquinas sem um dispositivo específico em mãos, pois será utilizado inteligência artificial (IA).


• diversas utilidades para a medicina, como fazer a análise de exames, sem um médico, medições e identificar alterações em parâmetros sanguíneos em tempo real, entre outros;


• atender telefone pelo vidro de um carro;

• menor tempo/resposta necessários para uma ação ser desenvolvida via internet.

Outro chamativo do 6GG é a sensação de toque e transmissão de sentimentos.

Sensação de toque e transmissão de sentimentos

Segundo o professor, será possível fazer a transmissão desse tipo de informação utilizando uma interface cérebro-máquina.

Será possível transmitir o sentimento e a sensação de toque que o usuário teve no momento, como até mesmo virtualmente abraçar uma outra pessoa através do uso do 6G.

Fonte:https://engenhariahoje.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande