Conecte-se conosco

Brasil

Após ter prisão revogada, ex-diretora da Americanas retorna ao Brasil

Publicado

em

A ex-diretora do grupo Americanas Anna Christina Ramos Saicali, considerada uma das principais envolvidas no esquema de fraudes fiscais nos balanços da empresa, vai voltar ao Brasil. Ela se apresentou à Justiça brasileira em Lisboa, em uma parceria com a Interpol depois que a prisão dela foi revogada. Ela embarcou com destino ao Brasil, e ao chegar, será conduzida pela Polícia Federal.

Segundo a apuração do Fantástico, Anna Saicali viajou para Portugal no dia 15 de junho – câmeras de segurança mostraram a ex-diretora no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. Segundo a decisão judicial que revogou a prisão, Anna deverá retornar também ao Rio. E após chegar, ela não ficará presa, mas terá o passaporte retido e ficará proibida de deixar o país.

Nesta semana, a Polícia Federal cumpriu 15 mandados de busca e apreensão nas casas de ex-diretores da Americanas. E a Justiça determinou a prisão preventiva dos principais envolvidos no esquema que melhorava os resultados financeiros da empresa. Quanto mais a empresa lucrava – segundo a contabilidade inflacionada por esses executivos – mais a alta cúpula ganhava prêmios milionários anualmente.

Dois ex-diretores da companhia fizeram delação premiada e utilizaram como provas conversas e exemplares da contabilidade que mostraram que a alta cúpula criou dois balanços financeiros – o real e o fictício, utilizado para o pagamento desses bônus.

Miguel Gutierrez, ex-CEO e apontado pela investigação da PF como o principal beneficiado pelo esquema de fraudes, foi preso em Madri, onde mora, na sexta-feira (28), mas foi solto um dia depois. Ele não voltará ao Brasil, mas deverá se apresentar à Justiça espanhola a cada duas semanas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook