Campo Grande se prepara para implementar mais 40 leitos de UTI com reforço do Ministério da Saúde

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

[12:10, 07/08/2020] CÉSAR DO GRITO: A Prefeitura de Campo Grande estuda a possibilidade de implementar mais leitos de terapia intensiva (UTI) para reforçar o atendimento a pacientes em estado críticos com coronavírus (Covid-19). Nesta semana o município recebeu 40 ventiladores pulmonares do Ministério da Saúde que deverão ser utilizados para este propósito.


A vinda dos equipamentos é reflexo da articulação do senador Nelsinho Trad (PSD-MS), líder da Bancada Federal, junto ao ministro da saúde interino, Eduardo Pazuello. O senador foi responsável por intermediar a vinda para Campo Grande do assessor-especial do ministro, o ex-deputado federal Airton Cascavel, no último fim de semana. Na ocasião, Cascavel garantiu os equipamentos para a Capital a pedido do prefeito Marquinhos Trad.


Nos últimos quatro meses a Capital mais que dobrou a capacidade de internação de pacientes em estado crítico, através da contratualização de leitos na rede pública, privada e filantrópica. O número de leitos de UTI passou de 116 para 285, o que coloca Campo Grande entre as cidades mais bem estruturadas do país.

A disponibilização de novos leitos de UTI assegura a assistência adequada ao paciente em estado grave e contribui para manter a estabilidade na taxa de ocupação de leitos de UTI no município.


A previsão é de que até a próxima semana mais 10 leitos de UTI sejam implementados no HRMS, totalizando 111 naquela unidade hospitalar. Outros 10 leitos também estão em processo de tratativa com o Hospital Adventista do Pênfigo para serem ativados ainda este mês.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande