Com Refis Saúde, prefeitura quita dívida e assegura serviços e pagamento de médicos da santa casa

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Através dos recursos arrecadados  pelo programa de recuperação de crédito Refis 100% Saúde, a Prefeitura de Campo Grande está conseguindo quitar integralmente os débitos em aberto com a Associação Beneficente Santa Casa referentes aos meses de maio e junho. Nesta sexta-feira (10) estão sendo repassados mais R$9,5 milhões à instituição, assegurando assim a manutenção dos serviços e o pagamento do salário dos médicos autônomos e PJ (Pessoa Jurídica) que estavam atrasados.

A instituição se comprometeu a quitar as folhas de pagamento dos médicos até o mês de maio e a partir de agosto será pago a folha de junho e em setembro a folha de julho, além das folhas dos meses correntes, conforme cronograma anunciado durante reunião por videoconferência realizada nesta quinta-feira (9) com o Ministério Público Estadual (MPE), representantes do Sindicato dos Médicos, Conselho Regional de Medicina, Associação Médica, Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças (Sefin), Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) e Comissão Permanente de Saúde da Câmara de Vereadores.

Ficou acordado ainda que o hospital irá priorizar o pagamento dos recursos humanos em detrimento de fornecedores de materiais, insumos e medicamentos e também deverá apresentar um plano de saneamento do seu déficit mensal. Atualmente, a folha salarial dos médicos é aproximadamente R$11 milhões por mês.

As tratativas para regularizar as pendências financeiras com a instituição vêm sendo feitas desde junho por intermédio do MPE. No dia 18, após uma primeira videoconferência, foi acordado o repasse diário por parte do município de R$ 400 mil por 12 dias úteis, totalizando R$4,8 milhões. No dia 8 de julho foi feito um segundo repasse pontual de R$4,8 milhões, totalizando R$9,6 milhões. Com o repasse recente de R$9,5 milhões, o montante pago pelo município é de R$19,1 milhões.

Somente nos meses de abril, maio e junho, foram repassados R$60 milhões ao hospital, sendo que somente neste último em junho foram R$21.964.065,49, sendo R$7.311.253,20 exclusivo para atendimento Covid-19.

Refis 100% Saúde

Até o momento, o programa de recuperação de crédito do município conseguiu arrecadar cerca de R$40 milhões, recursos estes fundamentais para manter em funcionamento serviços de saúde essenciais e o pagamento dos hospitais.

Os contribuintes que possuem dívidas com o município têm até o dia 5 de agosto para fazer adesão ao programa. O Refis 100% da Saúde abrange todos os débitos tributários ou não tributários vencidos, inscritos ou não na dívida ativa, ajuizados ou não, com exigibilidade suspensa ou não. O Refis não abrange o IPTU 2020, infrações de trânsito, indenização devida ao município e débito de natureza contratual, contrapartida financeira, outorga onerosa, arrendamento ou alienação de imóvel.

Nesta edição, o desconto no pagamento à vista será de 100% sobre atualização monetária, juros de mora e multa. Os débitos podem ser parcelados em até 6 vezes, com desconto de 75% sobre os juros e multa, ou em até 12 vezes, situação em que o percentual de remissão será de 30%. É uma oportunidade oferecida pela Prefeitura aos contribuintes diante da crise causada pelo coronavírus.

Quem quiser aproveitar o Refis da Saúde poderá se dirigir até a Central do IPTU – que fica na Rua Arthur Jorge, 500 –das 8 às 16 horas. Pela internet ou teleatendimento, evitando assim saírem de suas residências. O site para adesão ao Refis 100% Saúde é o refis.campogrande.ms.gov.br. O número para o teleatendimento é o 4042-1320.

Fonte: Assecom

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande