Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Confira as ações divulgadas nas redes sociais do governo federal

Publicado

em

1- Com a quarentena, o Governo Federal está preocupado com o aumento dos casos de agressões contra crianças e idosos. Ao presenciar um caso de agressão, quebre o silêncio e denuncie ao Disque 100. Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

2- Estados e municípios recebem toda atenção do Governo do Brasil desde o começo. Renegociações de dívidas, recursos financeiros, equipamentos, profissionais e muito mais. E nesta terça (9), a União repassou os R$ 15,036 bilhões da 1ª parcela do socorro de R$ 60 bilhões aos entes. Ministério da Economia

3- Após novo terminal aeroportuário em Foz do Iguaçu, equipes do Ministério da Infraestrutura trabalham dia e noite nas obras da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu, que está sendo ampliada em 600m. São 200 empregos diretos gerados, mais atrativos e voos internacionais e nacionais.

4- O Ministério da Saúde já investiu cerca de R$ 70 milhões em ações para proteger os mais de 750 mil indígenas aldeados no Brasil durante a pandemia do coronavírus. Além disso, mais de 600 mil EPIs, insumos em saúde e medicamentos foram enviados aos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) de todo o país e 14,2 mil profissionais integram 800 equipes de saúde indígena.

5- Facilitando a atividade dos taxistas, gravemente atingidos pela crise econômica causada pela pandemia do coronavírus, foi suspensa a obrigatoriedade da troca dos taxímetros a cada dois anos. Agora, o equipamento só precisará ser substituído quando o taxista adquirir um novo instrumento ou um novo veículo. Detalhes: Inmetro

6- Comunidades tradicionais seguem recebendo suporte do Governo Federal durante a pandemia do coronavírus. A expectativa é superar a marca de 500 mil cestas básicas entregues nos próximos meses. Damares Alves

7- Complementação da ponte sobre o rio Madeira na BR-364/RO. Governo Bolsonaro herdou mais uma obra inacabada e tem o compromisso de concluí-la. Ponte vai conectar em definitivo o Acre à malha rodoviária nacional e ainda criar um novo corredor bioceânico entre Brasil e Peru. intenção é intensificar os trabalhos no segundo semeste para concluir o encabeçamento ainda em 2020.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook