Governo Federal tira o Minha Casa Minha Vida das prefeituras

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Os beneficiados pelo programa habitacional Minha Casa Minha vida serão escolhidos pelo Governo Federal, por meio de análise do Cadastro Único. A decisão foi revelada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, ao jornal Valor Econômico.

Conforme a reportagem, a seleção dos candidatos da faixa 1 do programa habitacional não será mais realizada pelas prefeituras. Mas sim, pelo Ministério da Cidadania. A faixa 1 é totalmente subsidiada pelo Tesouro Nacional. Do mesmo modo, destina-se às famílias que não possuem crédito imobiliário e  têm renda bruta de até R$ 1,8 mil por mês. Além dessa mudança, a reformulação deve incluir a distribuição de vouchers. Conforme Canuto, a proposta da Medida Provisória e do decreto com as alterações está pronta.

Atualmente, a seleção é feita pelas prefeituras com ajuda dos Estados quando estes participam da construção dos complexos habitacionais. Por isso, a decisão de tirar poder das prefeituras em pleno ano eleitoral é sensível. Canuto admite estar preparado para uma “total resistência” à medida. Segundo ele, a centralização tem o propósito de atender quem mais precisa do benefício e evitar que o programa seja utilizado como troca eleitoral.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande