Prefeito reclama de isolamento de 37% em Campo Grande e pede ajuda da população

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Taxa de ocupação de leitos públicos de UTI está em 82%, com 212 internados

Campo Grande ficou novamente como a terceira capital com pior isolamento social no Brasil, de acordo com o que disse o prefeito Makrquinhos Trad (PSD), durante live de atualização da pandemia de coronavírus em Campo Grande, nesta quinta-feira (23).

“37% estão obedecendo nossos decretos, contra 63% que não”. O cenário reflete o número de casos da doença em Campo Grande que, nesta quinta-feira, chega a 7802 casos, com 82  mortes – 5 mil recuperados. Marquinhos também citou os 82% de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), dizendo que o percentual ainda é negativo.  Dos 260 leitos, 212 estão ocupados, restando 48 disponíveis.

A cidade vive sob decreto que reduz a capacidade de lotação durante a semana, além de outras regras de biossegurança, e proibição de atendimento presencial aos fins de semana em estabelecimentos considerados não essenciais. Contudo, nesta quinta-feira, a Prefeitura de Campo Grande autorizou bares, lanchonetes, restaurantes, buffets com o sistema drive thru. “Por favor, obedeçam as regras. O funcionário vai até o carro para atender o cliente”, afirmou o chefe do Executivo municipal.

Pet shop também poderá vender rações e outros produtos, além de banhos e tosa de animais. Porém, da mesma forma, o não poderá ser feito atendimento dentro da loja, apenas como drive thru. As atuais regras valem até 31 de julho e foram adotadas para frear o avanço do coronavírus, mas, como baixa adesão da população, os números da doença continuam subindo.

Fonte: Midiamax

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande