Acusado de atirar em major do Exército em tentativa de roubo morre em confronto com o Choque

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Whashington Luis de Souza Ramai, de 33 anos, morreu durante um confronto com policiais militares do Batalhão de Choque, na madrugada deste domingo (14), no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Whashington teria participação em vários assaltos, entre eles, tentativa de roubo a uma caminhonete no bairro Rita Vieira, que terminou com um major do Exército baleado.

De acordo com as informações do Choque, informações davam conta de que o veículo utilizado durante a tentativa de roubo, um GM Celta, estava no bairro Canguru. A polícia então passou a fazer diligências na região, quando abordou várias pessoas que estavam em uma residência, entre elas um rapaz chamado Bruno, que tinha as mesmas características de um dos autores de roubos em Campo Grande.

Foi feita busca pessoal, porém nada foi encontrado com Bruno. No entanto foi descoberto que havia mandado de prisão em aberto contra ele. Questionado sobre os roubos, Bruno confessou participação nos crimes, inclusive o roubo a uma motocicleta Yamaha no último dia 10 de março. Bruno disse que no dia anterior estava com Whashington, conhecido como Neguinho, no Jardim Noroeste. Segundo ele, Neguinho era quem estava com uma arma de fogo, que teria sido utilizada para atirar no major do Exército no último dia 23 de fevereiro.

O Choque foi até o endereço no Noroeste e ao chegar em uma vila de casas, foi recebido a tiros. Os policiais ordenaram que Neguinho largasse a arma, mas ele não obedeceu, então os militares atiraram. O autor foi atingido no tórax, chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

A equipe da Depac (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento Comunitário) Centro esteve no local. A arma de fogo utilizada por Whashington trata-se de um revólver da marca Taurus, calibre 38. A arma foi recolhida pela perícia.

Major baleado

O major do Exército aposentado de 72 anos foi ferido a tiros na manhã do dia 23 de fevereiro, em Campo Grande no bairro Rita Vieira de Andrade durante uma tentativa de assalto. O militar aposentado disse que havia ido buscar gasolina para a pá carregadeira, que aluga para uma obra que fica na rua Renato Vilhoni Ferreira, sendo que ao deixar o combustível na obra e quando já estava voltando para sua camionete foi abordado por uma dupla de bandidos armados.

A dupla estava em um Celta de cor branca e anunciou o assalto, exigindo a carteira da vítima, que acabou sendo ferida com um tiro no ombro, de raspão. O militar que estava com sua pistola no carro tentou perseguir os autores e efetuou oito tiros contra os bandidos.

Fonte: Midiamax

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande