Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Marqueteiro de Ridel é hostilizado em motociata para Bolsonaro

Publicado

em

Não foi só Eduardo Riedel que passou vergonha durante a passagem do presidente Jair Bolsonaro por Campo Grande. Ex-assessor de Reinaldo Azambuja e agora na campanha de Riedel, Hermenegildo Andrande, também conhecido como Gildo, foi hostilizado na concentração para motociata de Bolsonaro.

“Vaza daqui e tucanada aqui não” foram alguns dos gritos ouvidos por Gildo na concentração da motociata. Com capacete nos braços e sorriso amarelo, ele não escondeu o constrangimento e saiu, disfarçadamente.

http://https://youtu.be/SlTOXM2LWtc

O agora chefe de Gildo, Eduardo Riedel, também passou vergonha ao tentar pegar carona com o presidente. Foi a Base Aérea com expectativa de receber apoio exclusivo de Bolsonaro e ouviu o presidente dizer que tem dois candidatos.

Não se fez de rogado e, com sorriso amarelo, aproveitou que estava sozinho com Bolsonaro para perguntar quem estava com ele no carro, alegando que era o escolhido. Bolsonaro se calou. Não satisfeito, ao ver Bolsonaro pendurar na janela do carro, foi para o outro lado e se pendurou também, sendo ignorado pelo público.

Para o show ficar completo, Riedel subiu ao palco para entrega das casas da gestão do concorrente, Marquinhos Trad (PSD), e passou vergonha ao ouvir gritos de “Marquinhos, Marquinhos, Marquinhos”.

http://https://youtu.be/SlTOXM2LWtc

Com sorriso amarelo, gargalhou, cochichando algo no ouvido da prefeita Adriane Lopes, aliada de Marquinhos, que não escondeu o sorriso no canto da boca.

Na passeata, Riedel perdeu espaço para a deputada Tereza Cristina, que foi levada na garupa pelo presidente. O tucano não coube na moto, pilotada sem capacete por Bolsonaro. Faltou um entusiasta tucano improvisar um “sidecar” para mais alguns minutos de “fama” para o pretenso sucessor do governador.

Hermenegildo foi marqueteiro da primeira campanha de Marquinhos Trad, mas não foi nomeado secretário de comunicação. Conseguiu cargo no Governo do Estado, mas depois voltou a liderar a comunicação de Marquinhos na disputa pela reeleição, conquistando depois um cargo de assessor na Prefeitura. Não fechou com Marquinhos para o governo e agora está novamente com o grupo tucano.

Fpnte: Portal67

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook