Conecte-se conosco
PUBLICIDADE

Geral GritoMS

Marquinhos quer tecnologia como aliada para ampliar relação entre comunidade e Prefeitura

Publicado

em

Após uma gestão que fortaleceu a Coordenadoria para Assuntos Comunitários, dos Movimentos Sociais e Populares, e ampliou a interlocução com as lideranças comunitárias, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) quer que a interação que assegurou o desenvolvimento de ações de acordo com as demandas da comunidade, sejam ampliadas. De acordo com o plano de governo apresentado para a Justiça Eleitoral, Marquinhos tem entre os objetivos o fomento ao planejamento e controle social, com a participação da comunidade, impulsionando o Sistema Municipal de Planejamento (SMP),

“Nossa proposta é incentivar e ampliar a participação popular, através da mobilização de diferentes segmentos, classes e do controle social, contribuindo no desenvolvimento de uma gestão mais integrada e participativa”, garante em relação ao tema. Segundo Marquinhos o fortalecimento da relação entre a gestão e a comunidade atenderá os mais diversos setores, com práticas inovadoras.  Na Educação, os programas “Controlador Jovem”  e “Escola do Consumidor”  despertarão nos jovens o espírito participativo, estimulando os valores, disseminação de conhecimento e controle social nas comunidades.

E o prefeito quer a tecnologia como aliada nesse processo. “Como forma de centralizar e dar mais celeridade no atendimento às demandas da população, o sistema de Ouvidoria do Município será regulamentado e os canais existentes nas secretarias municipais deverão ser integrados em uma plataforma digital unificada: o Fala Campo Grande. A ampliação do uso de tecnologia de informação e comunicação, simplificando as formas de coleta, tratamento e disseminação de informações”, explica sobre como será feita a ampliação da participação popular.

Ainda de acordo com o plano de governo, com essas ações a gestão vai ampliar o número de conferências, debates, consultas e audiências públicas de planos, programas e projetos relacionados às políticas públicas e ao desenvolvimento urbano ambiental. Estas ações estão previstas na otimização do funcionamento do Sistema Municipal de Planejamento. Os bairros vão ganhar planos deliberativos que nortearão as ações da gestão, integrando ainda mais a comunidade. Tudo aliado ao fortalecimento da gestão dos conselhos setoriais e dos conselhos regionais das regiões urbanas de Campo Grande, de forma a garantir a tomada de decisão responsiva, inclusiva, participativa e representativa, em todos os níveis.

Participação popular

Na segurança pública, a Guarda Municipal tem até grupo de whatsapp para se comunicar com a população. Com a interação, a guarda chega mais rápido às ocorrências. Os conselhos de segurança têm diálogo constante com a Guarda, levando sugestões de melhoria para segurança pública.

O Plano Diretor foi construindo com participação popular, por intermédio de audiências públicas que haviam sido suspensas em 2016. Com isso, a Prefeitura construiu um Plano Diretor técnico e que atende as necessidades da população. 

Fonte: Aonça

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook