SUSPEITO DE MATAR AGENTE FEDERAL É PRESO PELA POLÍCIA CIVIL

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

O crime ocorreu em uma adega na zona leste de São Paulo, e o dono do estabelecimento também já foi detido

O suspeito de matar o policial federal Renato Paraná a tiros durante uma discussão em uma adega foi preso pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (29). O crime ocorreu no dia 6 de dezembro em São Mateus, na zona leste de São Paulo.

Três dias após o assassinato, foi decretada a prisão temporária de Ronie José da Silva, apontado pelos investigadores como responsável por balear Renato. Porém, o suspeito permaneceu foragido até ontem, quando se entregou no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Ronie prestou depoimento e foi indiciado por homicídio. Na ocasião do crime, no início do mês, ele teria atirado no agente federal usando a arma do dono da adega, Leonardo Souza de Oliveira, com quem Renato estaria discutindo após reclamar do preço de uma cerveja.

MP quer novos protocolos de abordagem de moto pela Polícia

A vítima, que atuava em casos de corrupção e crime financeiro, chegou a ser levada a um hospital após o ferimento, mas não resistiu. A polícia não disse qual é a relação entre Ronie e Leonardo, que também já está preso.

Os investigadores solicitaram as imagens das câmeras de segurança da adega, mas o dono afirmou que o equipamento estava desligado quando tudo aconteceu. Na visão dos policiais, entretanto, há indícios de que as gravações foram apagadas.

FONTE : SITE OFICIAL SBT

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Recentes no Site

Prefeitura de Campo Grande